Se liberte … das Marcas do padrão!

Quantas vezes você não aceitou o tamanho do seu corpo e se machucou, se privou, se culpou ?

O único caminho para ser bela era ser magra, e na busca por um padrão inalcançável mutilamos nosso corpo, nossa auto estima e nossos sonhos.

Atualmente vivenciamos um crescimento dos movimentos body positive e da moda com mais inclusão e empatia. Porém é um caminho longo para libertar tantas mulheres das amarras dos padrões que as acompanharam por anos. Nosso papel é não desistir.

Quebrar esses padrões é muito mais do que falar de moda, é poder Empoderar mulheres para que elas se sintam confiantes e seguras, que conheçam a si mesmas pra que não sejam escravas da moda e se valorizem em qualquer situação.

É preciso se olhar com mais carinho e entender que cada mulher é única.

A comparação só leva a frustração e que é muito mais importante você se sentir bem com você, do que passar a vida tentando se encaixar nas expectativas alheias.

Essa busca para se encaixar nos padrões é cruel e causam hematomas no corpo e na auto estima.

Você já recusou usar um manequim maior por medo de taxarem você de gorda?

Você já usou uma roupa menor para parecer mais magra?

Você já observou seu corpo no espelho depois que usou uma peça menor do que seu tamanho?

Você já observou que na busca para estar mais bonita quantos machucados você faz no seu corpo?

Eu te convido a olhar essas fotos com atenção e refletir o quanto você tem machucado seu corpo em busca de um padrão? O ato de vestir tem te machucado ? Você conhece seu corpo para oferecer o que ele realmente merece?

A indústria da moda, grande responsável pelos anos de pressão estética, precisa se movimentar cada vez mais para conhecer todas as particularidades do corpo da mulher e  produzir peças que abracem o corpo feminino para valorizá-lo.

E se comunicar de maneira empática e inclusiva pra que a mulher se sinta representada e valorizada como ela realmente é.

Se você se reconheceu nas fotos, a culpa não é sua. E estamos aqui juntas pra desconstruir anos de tabus criado pela sociedade, pela mídia , pela moda. Queremos te mostrar que é possível se sentir bem sem precisar se machucar.

A marca VK Moda Plus Size , fugiu das convencionais campanhas de moda e trouxe através desse editorial “Não Seja Escrava da Moda” , uma reflexão tanto pra seu público, quanto para a indústria de moda.

As marcas na pele das modelos são comparadas a cenas de agressão, fazendo referência a essa tortura física e psicológica que atinge as pessoas que perdem a liberdade sobre seu próprio corpo ao escolher uma roupa.

É preciso questionar o papel da moda na nossa autoestima e como estamos usando ela de maneira consciente.

Meu convite é que neste ano próximo ano você respeite cada curva do seu corpo, que você se olhe com mais carinho e não permita que nenhum padrão te machuque.

beijos plus

Débora Fernandes

Fotos:

“Não seja escrava da moda”

Realização agência Propeg para a marca VK Moda Plus Size

Compartilhe:


4 thoughts on “Se liberte … das Marcas do padrão!

  1. Nossa não sei nem o que dizer deste texto, me identifico com cada palavra, tenho buscado cada vez mais seguir pessoas como vcs que colocam nossa auto estima lá em cima agradeço a Deus por existirem pessoas como vc.

  2. é verdade no mercado plus size só ver gordas curvilíneas comendo os peitos com cinturinha sendo que a maioria não tem cintura ou tem mais bunda mais coxa ou mais peito porque ninguém tem um corpo um corpo igual ao outro e a maioria das lojas pega mulheres do tamanho 44 até o 46 curvilínea e quando a gente vai ver a roupa não tem a roupa que caiba na gente

Deixe uma resposta para Adriana Freitas Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *